sábado, 30 de abril de 2011

Por falar em gênero,
me lembrei da carta de minha namorada.
Um pouco suja,
velha,
rasgada.

Por falar em gênero,
e-mail pra responder,
relatório a fazer
e currículo a preencher...

Lembrei.
Lembrei-me então da história a esquecer,
da crônica a dizer,
do poema a desenvolver... 

Me lembrei do bilhete na porta da geladeira,
de deitar na esteira,
de falar besteiras.
Por falar, é oral; é direto o tal

Por falar em gênero, me calo.
Me lembrei do testamento do meu pai na gaveta...

Uilians Souza

5 comentários :

  1. Muito bom, Uil!!!!1

    ResponderExcluir
  2. rsrsrs Obrigado, Leska!!!

    A opção "curtir" está implícita no comentário, Lua.rs bjssssssss

    ResponderExcluir
  3. bom material para uma aula sobre gênero textual. risos.Gostei!ah vi seu blog sou seguidora agora rsos.

    ResponderExcluir
  4. rsrsrs Valeu, Naiana! Vc é Irmã! Seja bem-vinda!!!
    bjs

    ResponderExcluir